Tuesday, February 22, 2005

 

Mais um político que acha normal apanhar um avião... para votar!

Ana Gomes, eurodeputada, diz, no Causa Nossa "Aterrei em Bruxelas às 10 da noite, 9 em Portugal. Um telefonema para casa: maioria absoluta garantida!".
Bem, estava contente, votou e ainda teve a cereja por cima do bolo de o partido dela ganhar e com maioria absoluta.
Mas não se questiona por um segundo (ao que me parece), pelo absurdo que é ser eurodeputada, residir na "capital" da União Europeia e ter de apanhar um avião para ir votar...
Se ela tem possibilidades financeiras (e tempo!) para o fazer ainda bem.
Mas e nós, os outros, que não podem fazer o mesmo?
Nós também não temos o mesmo direito?
Quando será que os políticos nos começarão a ouvir?
Comments:
Todos os deslocados ao serviço do país, em representação de interesse nacional (inclui de certeza atletas olímpicos e deve incluir também os eurodeputados, calculo eu) podem votar por correspondência ou voto antecipado. Ou seja, a Ana Gomes veio a Portugal porque quis, não era necessário. O caso dela está previsto na lei e pode votar em Bruxelas sem passar pelos trâmites dos outros emigrantes/ deslocados.

Este problema é novo, ainda não está divulgado. Parece-me que esse é o problema principal.
 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?